Estratégia de marketing de vídeo: o que os profissionais de marketing precisam saber

Muitas equipes de marketing se sentem inseguras ao contemplar a produção de vídeos. Elas são intimidadas pelo meio e às vezes erroneamente pensam nisso como um empreendimento de alto custo com baixo retorno.

Mas o vídeo é um componente necessário na maioria das estratégias de marketing de conteúdo. Até 2021, 82% do tráfego de internet do consumidor será vídeo, de acordo com um estudo recente da Cisco.

Conheça o componente mais importante do marketing de vídeo

Muitos profissionais de marketing aumentam os custos e diminuem o valor geral do vídeo ao cair na armadilha de criar apenas um único vídeo. Outros acreditam erroneamente que, se investirem bastante em um projeto de vídeo, será um grande sucesso.

Uma estratégia abrangente para orientar o desenvolvimento de vídeo é necessária para garantir que cada vídeo seja simplesmente uma parte do todo maior.

Os principais indicadores de desempenho devem ser identificados na estratégia. Os KPIs também devem ser identificados para cada vídeo para garantir que ele se conecte à estratégia e atenda ao seu propósito, que geralmente está relacionado ao estágio do público-alvo no processo.

A estratégia também deve detalhar o principal ponto de distribuição para o vídeo – TV, Facebook, YouTube, etc. Essa determinação permite que os vídeos sejam otimizados no estágio de criação. 

Faça as perguntas certas

Para ajudar a criar sua estratégia de vídeo (e obter aprovação executiva), responda a estas sete perguntas:

  1. Sua organização usou vídeo? Por que ou por que não? Resultados?
  2. Qual é o objetivo da estratégia de vídeo? Engajamento de marca, resposta direta? Algo mais? Múltiplos propósitos?
  3. Como o vídeo pode ajudar a explicar e ajudar nos pontos problemáticos do público?
  4. Qual é a(s) meta(s) de curto prazo de seu vídeo ou série deles?
  5. Qual é o(s) objetivo(s) a longo prazo da sua estratégia de marketing de vídeo?
  6. Como você garantirá a consistência da mensagem em todos os vídeos, outros materiais de marketing e sua voz geral da marca?
  7. Para que meios você deseja otimizar?

Porque usar vídeos

Obter aprovação executiva em marketing de vídeo pode ser um desafio, mas isso pode ser feito. 

Faça com que o vídeo seja um meio essencial para o seu kit de ferramentas de marketing e precise ter sua própria linha no orçamento, assim como anúncios no Facebook, anúncios em revistas, esforços de mala direta e tudo mais.

Detalhe a ampla gama de uso para vídeo – para criar reconhecimento da marca, mostrar responsabilidade corporativa, promover, divertir, educar, etc.

Em seguida, convença os executivos com fatos concretos. Por exemplo, o YouTube é o segundo maior mecanismo de pesquisa do mundo. O algoritmo do Facebook favorece o vídeo nativo hospedado. Outras estatísticas úteis incluem:

  • Esperava-se que o conteúdo de vídeo consumisse 74% do tráfego on-line em 2017 (KPBC).
  • O conteúdo visual tem 40 vezes mais chances de ser compartilhado por meio de redes sociais. (Buffer, 2014).
  • 43% dos consumidores gostariam de ver mais conteúdo de vídeo dos profissionais de marketing (HubSpot).
  • Os profissionais de marketing que usam o vídeo viram a receita crescer 49% mais rápido do que os que não o eram (Aberdeen, 2015).
  • 51,9% dos profissionais de marketing do mundo classificam o vídeo como o conteúdo com o melhor ROI (Adobe, 2015).

Também é importante vender aos executivos sua visão compartilhando as metas. O quanto isso aumentará o reconhecimento da marca, o engajamento, a lucratividade ou a conscientização sobre o produto?

Demonstrar como o conteúdo de vídeo se encaixa no seu marketing atual. Para destacar seu objetivo, busque pelos ativos existentes – white papers, artigos, postagens de blog, etc. – que podem ser transformados em uma série de vídeos “como petiscos”.

Planejar e criar estratégias

Convencer executivos a aderirem ao marketing de vídeo é apenas parte do desafio. Você ainda precisa seguir em frente, e isso começa com planejamento e estratégia. O que deveria estar envolvido?

KPIs

É essencial ter dois conjuntos de KPIs – aqueles que se aplicam ao vídeo e aqueles que se aplicam à estratégia geral de marketing de vídeo.

Produção

Determine se é melhor criar o conteúdo de vídeo internamente ou contratar uma agência para lidar com isso. É tentador seguir a rota interna, pois ela é geralmente considerada a mais econômica, mas isso pode ser um erro. Fuja dos slideshows e fotos com músicas que se disfarçam de vídeos na internet.

Cada vídeo envolve várias dimensões – visuais, locais, performances, texto, som, música, movimento, narrativa, edição e muito mais. Você precisa de pessoas para uma gama incrivelmente ampla de tarefas e responsabilidades, incluindo:

  • Definir criação e cenário
  • Roteiro
  • Locação
  • Equipamentos
  • Gravação e organização digital para postagem
  • Direção
  • Edição de vídeo
  • Efeitos especiais
  • Gestão do orçamento e cronograma
  • Agendamento
  • Casting e coordenação
  • Gestão de talentos
  • Ação
  • Música, composição e som

Se você não tem uma equipe interna com a experiência e as habilidades necessárias ou quem tem acesso ao equipamento certo, trabalhar com uma agência/produtora é sempre a melhor decisão.

Mensagens

Pregue a mensagem nos seus vídeos e na sua estratégia de marketing de vídeo. Consistência é fundamental. Você não pode criar um vídeo com uma mensagem e contradizer essa mensagem em outro vídeo. Mensagens consistentes também garantem que seus vídeos estejam alinhados com a voz da sua marca.

Orçamento

Muitos profissionais de marketing querem acreditar no mito do “Dollar Shave Club” de que podem alcançar um sucesso massivo por apenas alguns centavos por dólar. Infelizmente, esse não é o caso. Você precisa de um orçamento de tamanho médio que permita produção de qualidade e alta amplificação.

Meça e aprenda

Você precisa avaliar continuamente os resultados, custos e falhas, e evoluir sua estratégia de vídeo e implementação com base nas lições aprendidas.

Não analise as análises por meio de uma única lente, como a hora da visualização, a CTR, a veiculação de vídeo etc. O vídeo é um recurso multidimensional que atua como um mini-funil sozinho e deve ser medido de acordo.

Conclusão

O vídeo pode ser desafiador e ter o custo compatível. No entanto, é um meio ideal para expressar uma mensagem dinâmica de forma simples e supera de longe outras mídias em termos de alcance e desempenho. Não tenha medo de testar e aprender com o vídeo, mas certifique-se de estar trabalhando com uma equipe profissional e com experiência na área.

Posted in Blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *